Artigos // Lista de publicações

Categoria: PHP

  • Depuração de aplicações PHP com XDebug

    Depuração (em inglês: debugging) é o processo de encontrar a causa de um erro já detectado. Muita gente confunde depuração com teste, mas existe uma grande diferença entre esses conceitos.

    Objetivo de testar

    Executar uma aplicação visando determinados casos de teste e encontrar defeitos.

    Objetivo de depurar

    Analisar para identificar qual parte da aplicação está causando o defeito detectado, para que seja possível realizar sua correção.

    Neste texto iremos configurar o ambiente para depuração em PHP, o exemplo prático será baseado no WAMP, instalado no Windows, que possui XDebug nativo. Nesse cenário, será preciso configurar o php.ini e uma IDE.…

    , arquivado em PHP.
    Comentário(s) 5
  • Trabalhando com funções no PHP

    Funções são formas de modularizar uma ou mais linhas de código de maneira que possam ser executadas em diferentes momentos do script/aplicação quando necessário.

    Sintaxe de uma função

    Toda função deve iniciar com function e possuir um nome identificador, podendo ter ou não parâmetros que devem ser definidos dentro de parênteses, já seu bloco de código é delimitado por chaves. A nomenclatura de uma função deve seguir as mesmas regras de nomenclatura de uma variável, visto em Variáveis e Constantes no PHP.

    , arquivado em PHP.
    Comentário(s) 0
  • Estruturas de controle no PHP

    Todo script PHP é composto por um conjunto de instruções, uma instrução pode ser uma atribuição, uma chamada de função, ou mesmo uma instrução que não faz nada. Instruções geralmente terminam com um ponto e vírgula, mas existem casos que instruções são encapsuladas por um grupo de comandos utilizando chaves, grupos de comandos também são instruções, neste artigo iremos conhecer algumas dessas instruções que tem como objetivo encapsular outras instruções, normalmente chamadas de estruturas de controle.…

    , arquivado em PHP.
    Comentário(s) 0
  • Entendendo namespaces no PHP

    Namespaces possibilitam o agrupamento de classes, interfaces, funções e constantes, visando evitar o conflito entre seus nomes, atuando como um encapsulador para estes itens, seu funcionamento é equivalente ao de diretórios em sistemas operacionais, onde dois arquivos de mesmo nome não podem existir em um único diretório, mas nada impede a existência de dois arquivos de mesmo nome localizados em diretórios distintos, este mesmo princípio é aplicado no PHP através de namespaces, ao utilizar este recurso temos mais liberdade na hora de criar classes, funções e etc, não sendo mais necessário utilizar prefixo para diferenciar seus nomes.…

    , arquivado em PHP.
    Comentário(s) 18