O poder dos inquietos

O poder dos inquietos do autor Chris Guillebeau visa apresentar seus conceitos e estratégias para viver diferente da multidão, viajando pelo mundo e trabalhando de acordo com as necessidades para conquistar seus sonhos. Chris é empresário, escritor, já viajou para quase todos os países do mundo e trabalhou como voluntário na África Ocidental. Nesta obra o autor demonstra sua visão de mundo e possibilidades que a maioria ignora seguindo a multidão.

O poder dos inquietos
O poder dos inquietos

Sumário

  1. Os sonâmbulos e o mundo dos vivos
  2. Estabeleça os termos para uma vida excepcional
  3. Derrube a grande muralha do medo
  4. Como contestar a autoridade e vencer
  5. A competência é sua segurança
  6. Pós-graduação versus blogosfera
  7. O poder do seu pequeno exército
  8. A jornada das finanças pessoais
  9. Exclusão radical e a busca da abundância
  10. Aventuras econômicas
  11. Seu legado começa agora
  12. Ideias perigosas

Os capítulos deste livro foram separados em três partes, I – Uma vida notável, II – Revolucione o trabalho e III – O poder da convergência.

Capítulo 1 – Os sonâmbulos e o mundo dos vivos

No primeiro capítulo o autor aborda como as pessoas ao nosso redor podem ajudar ou prejudicar nosso caminho ao sucesso, das pessoas amigáveis aos guardiões e críticos. Neste capítulo é especificado o público alvo do livro e seus objetivos, que tem como base despertar o leitor para realizar suas metas e assumir a responsabilidade de suas ações.

A maioria dos homens leva uma vida de desespero silencioso e vai ao túmulo sem ter expressado sua alma.
Henry David Thoreau

Capítulo 5 – A competência é sua segurança

Neste capítulo o autor aborda o senso comum de que trabalhar para os outros em troca de um baixo salário é melhor do que ser empreendedor, se concentrando na tolerância ao risco. O autor apresenta algumas opções para assumir as responsabilidades da vida, como abrir um negócio próprio, realizar pequenos experimentos como reduzir carga horária de trabalho e até mesmo redefinir a busca pelo emprego contratando um chefe.

Assuma o controle da própria vida e algo terrível acontece: você não tem mais a quem culpar.
Érica Jong

Sempre recomendo o trabalho como freelancer para meus amigos de profissão, pois muitos terminam o curso de graduação e vão direto para empresas de grande porte, onde são responsáveis por apenas uma parte do trabalho em seus projetos. Normalmente este tipo de colaborador tem dificuldade de responsabilizar-se pelo resultado do projeto, diferente daqueles que já tiveram experiência como freelancer, ser responsável pelas suas ações e resultados é um ótimo formador de profissionais.

Conclusão

Uma leitura para quem está viajando e para aqueles que estão trabalhando tão pesado que não tem perspectiva de saída ou mudança em busca de seus sonhos, sempre existirá uma opção, basta analisar se estamos preparados. O autor ressalta o poder de pensar por si próprio, em vez de seguir multidões, não é porque todos estão fazendo algo, que devemos fazer, muito menos desistir de objetivos por medo e terceirizar a responsabilidade de decisões individuais.

Leitura diferente para aqueles que estão acostumados com textos de carreira executiva, agressividade e foco no dinheiro, vale verificar outros estilos de vida e quem sabe planejar um estilo próprio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *