Artigos // Lista de publicações

Tag: assíncrono

  • Introdução ao Node.js

    Node.js é um runtime (ambiente) utilizado para executar aplicações JavaScript. Neste cenário, além de oferecer um ambiente multiplataforma, recursos são disponibilizados para apoiar na implementação de aplicações (https://nodejs.org/en/docs/).

    Criado por Ryan Dahl em 2009, Node.js é baseado na engine V8, desenvolvida pela Google e usada no Google Chrome. Neste cenário, o Node.js se preocupa em ofertar um ambiente de execução, enquanto que a engine V8 se preocupa com a interpretação do código JavaScript.

    Neste ponto, é importante conhecer a relação entre JavaScript e ECMAScript (ES). ECMAScript é uma especificação de linguagem de script, usada por exemplo pelo JavaScript e ActionScript (Flash). Dessa forma, JavaScript é uma linguagem que implementa a especificação ECMAScript. Porém, existem diferentes versões da ECMAScript. Por fim, diferentes engines de JavaScript implementam diferentes versões da ECMAScript. Confira os recursos ECMAScript implementados e disponíveis em cada versão do Node.js (https://node.green/).

    Uma característica atribuída ao Node.js diz respeito à escalabilidade de aplicações, onde recomenda-se seu uso para o desenvolvimento de APIs, aplicações de tempo-real, etc. Porém, os principais diferenciais do Node.js estão relacionados à sua arquitetura baseada em eventos (Event-Loop), bem como ao I/O não bloqueante que tem foco em tarefas assíncronas. Por fim, Node.js trabalha por meio de …

    , arquivado em JavaScript.
    Comentário(s) 1
  • Requisições síncronas e assíncronas

    No ambiente cliente-servidor, nossas aplicações trabalham através de requisições e respostas, onde o cliente (Ex: Navegador) envia uma requisição e o servidor, local onde está nossa aplicação, retorna uma resposta, nesse processo existem diversas etapas, mas o objetivo deste artigo não é abordar cada estado de uma requisição, nesse momento vamos entender como funciona uma requisição utilizando comunicação síncrona e assíncrona.

    Tipos de requisição

    Síncrona

    Quando uma requisição é enviada, o processo remetente é bloqueado até que ocorra uma resposta, ou seja, não é possível enviar novas requisições até que nossa requisição atual seja finalizada, existe sincronismo entre as requisições.

    Assíncrona

    Em uma requisição assíncrona, não existe sincronismo entre as requisições, sendo assim, podemos enviar diversas requisições em paralelo, onde cada resposta retorna quando estiver pronta.…

    , arquivado em jQuery, PHP.
    Comentário(s) 16