Artigos // Lista de publicações

Tag: serialização

  • Trabalhando com JSON no PHP

    JSON, JavaScript Object Notation, é um formato para transferência de dados, um subconjunto da notação de objeto de JavaScript, mas seu uso não requer JavaScript exclusivamente, podendo ser utilizado para comunicação entre aplicações por exemplo.

    Se você acompanhou o artigo sobre Serialização de dados no PHP não terá dificuldades para entender como funciona o processo de codificação e decodificação, afinal o que fazemos é serializar informações/dados, mas diferente da serialização apresentada anteriormente, podemos manipular informações codificadas/serializadas em formato JSON no lado do cliente utilizando JavaScript, caso seja necessário.

    O formato JSON tem como fator chave de seu uso difundido sua simplicidade, sendo uma ótima alternativa ao XML. Empresas como Google e Yahoo adotaram o formato JSON para ambientes de grande troca de informação, cliente/servidor, evitando processamentos desnecessários, optando pela simplicidade do formato JSON para servir milhões de usuários.…

    , arquivado em PHP.
    Comentário(s) 2
  • Serialização de dados no PHP

    Em ciência da computação, no contexto de armazenamento e transmissão de dados, serialização é o processo de salvar um objeto em um meio de armazenamento, ou transmiti-lo por uma conexão de rede, seja em forma binária ou em formato de texto. Esta série de bytes pode ser usada para recriar um objeto com o mesmo estado interno que o original.

    Para exemplificar essa explicação, imagine que você está jogando seu jogo preferido, mas precisa pausar e não gostaria de começar tudo denovo, você então salva seu processo no jogo, capturando o estado atual dos itens/objetos e salvando em algum meio de armazenamento, para que posteriormente estes itens/objetos possam ser restaurados, permitindo que você continue de onde parou, alguma semelhança com a explicação anterior? Sim, você acabou de serializar objetos do seu jogo para poder continuar depois.…

    , arquivado em PHP.
    Comentário(s) 4